Pontos turísticos do Egito

Pontos turísticos do Egito
1.9 (37.5%) 16 votes

Marcado por instabilidades políticas e berço de uma das maiores civilizações da Antiguidade, o Egito é muito mais do que pirâmides e camelos.

A dádiva do Nilo, localizada ao nordeste do continente africano, é dona de uma cultura com cerca de seis mil anos de história registrada e sua capital, o Cairo, é uma das maiores e mais populosas da África.

publicidade

De clima árido e quente, a República Árabe do Egito – nome oficial do país –  costuma atrair turistas de todo o mundo pela sua grande importância na história da humanidade. A população é em sua maioria islâmica, apenas 15% dos habitantes se declaram cristãos. Diferentemente dos filmes que simulam a religião pagã com os deuses Rá e Ísis.  A composição étnica também é bastante homogênea: 98% são árabes egípcios, sendo os demais 2% formado por núbios e árabes beduínos em grande parte.

pontos turísticos egito

publicidade

Quando  e como visitar o Egito?

Se você está pensando em conhecer a terra dos faraós, saiba que este é um bom momento para visitá-lo. Após a Primavera Árabe, em 2011, o turismo no país mudou bastante devido aos protestos violentos e à repressão. Embora ainda exista descontentamento político da população e algumas tensões políticas e religiosas, o Egito é um destino relativamente seguro e os custos são bem atrativos para viajantes. A moeda do país, a libra egípcia, tem cotação bem baixa (1 libra egípcia = 0,18 centavos).

Uns dos itens mais caros de uma viagem é o transporte, principalmente as passagens aéreas. Quem tiver sorte pode encontrar algumas promoções de passagens Brasil – Egito, porém elas quase nunca aparecem. Uma dica de ouro: utilize as milhas do seu cartão de crédito a tanto tempo guardadas, elas poderão ser muito valiosas.

publicidade

A principal Cia Aérea do país é a Egyptair, que possui preços em amenos, principalmente em voos domésticos. Só há uma infelicidade: essa cia não faz voos para o Brasil, então aproveite seu tempo voando entre uma cidade e oura egípcia de avião. Desta forma, você aproveita muito mais seu curto tempo.

Aproveite também para conhecer os lugares para esquiar na América.

Egito – explorando a terra do Nilo

Quem se aventurar por este território de mistérios milenares, seja por suas ruas ou trilhas de areia, irá vivenciar uma experiência fantástica em todos os sentidos, mas que exigirá paciência e curiosidade. Quem chega ao Cairo, porta de entrada do país, costuma chocar-se como trânsito caótico e com os insistentes vendedores de souvenirs. Porém, após essa primeira impressão, o Egito promete encher os olhos. E os centros urbanos concentrados próximo ao Nilo são apenas as primeiras belas imagens que você guardará de sua beleza milenar.

Museu do Cairo

museu do cairo

O Museu Egípcio, também conhecido como Museu do Cairo, é uma ótima primeira parada. Localizado na Tahrir Square desde 1900, ano em que o museu foi transferido para o palácio arquitetado pelo francês Marcel Dourgnon, o edifício possui cerca de noventa salas com mais de cinco mil anos de história.

O mais importante museu do país, e um dos maiores do mundo, possui um acervo com mais 120.000 peças, entre elas, papiros, múmias reais e sua relíquia mais conhecida, o tesouro do Faraó Tutankamon. Para os amantes, estudiosos e até mesmo os tímidos admiradores, o visitar o museu é uma experiência incrível e transformadora.

Necrópole de Gizé

Necrópole de Gizé

Ainda no Cairo, outra visita indispensável é o platô de Gizé. As pirâmides milenares do complexo, Quéops, Quéfren e Miquerinos, além da famosa Grande Esfinge, são o cartão postal do país, mas além deles, vários cemitérios, templos e um museu compõem o sítio arqueológico.

A maior das pirâmides, Quéops, foi construída há cerca de 4.500 anos e tinha originalmente cerca de 146 metros de altura. Ela foi durante milênios a construção mais alta feita pelo homem e é uma das Sete Maravilhas do Mundo, a única estrutura do mundo antigo que permaneceu nesta lista.

Pouco se sabe sobre o rei Quéops e o paradeiro de sua relíquias pois a pirâmide fora completamente saqueada, mas alguns registros supõem que ele era um tirano e que os trabalhadores que construíram sua pirâmide foram pagos com cerveja.

Apesar da pirâmide de Quéops roubar a cena por ser a maior do complexo, Quéfren e Miquerinos também carregam seu charme. Quéfren fora construída para o filho do faraó Quéops e tem 143 metros de altura, mas, visualmente, aparenta ser maior do complexo devido à inclinação da estrutura.

A Grande Esfinge, que não parece tão grande perto da imensidão das pirâmides da necrópole, é outra atração incrível e enigmática. Considerada a maior estátua feita de monólito (estrutura geológica formada por uma única rocha) do mundo, tem mais de 20 metros de altura e acredita-se que o rosto da criatura mítica com corpo de leão seja do faraó que dá nome à pirâmide. Segundo historiadores, a Esfinge passara por algumas restaurações ao longo dos séculos. A primeira tentativa documentada de uma escavação foi liderada pelo faraó Tutmés IV e, mais tarde, Ramsés II possivelmente tentou levar adiante uma segunda escavação, mas apenas entre 1925 e 1936, durante escavações chefiadas por Émile Baraize, a Esfige fora completamente desenterrada e restaurada.

Já Miquerinos tem “apenas” 66 metros de altura. Feita as pressas para abrigar a tumba do faraó Miquerinos, foi construída com um material inferior e anexada à necrópole durante a IV Dinastia do Antigo Egito, por volta de 2.500 a.C.

E, claro, um passeio de camelo pelo complexo com certeza será uma experiência única e absolutamente divertida.

Mercado do Cairo

Mercado do Cairo

Outro ponto turístico no Cairo é o tradicional mercado Khan el Khalili, localizado em El-Gamaleya. Além de possuir lojas que vendem de tudo e mais um pouco, este é um ótimo lugar para aprender a barganhar e ter contato direto com a população egípcia.

Além disso, ao lado do mercado estão a Mesquita e Universidade Azhar, fundada em 988, sendo a segunda universidade mais antiga do mundo, e também a Mesquita de al-Hakim, a “mesquita iluminada”. O contraste entre o mercado, a paisagem urbana monocromática e a arquitetura das mesquitas da região resumem os contrastes do Egito e são uma ótima opção para quem deseja conhecer o cotidiano do país.

Rio Nilo

Rio Nilo

Por muito tempo o Rio Nilo fora considerado o mais extenso do mundo, mas há quem discorde e afirme que ele perde para o Amazonas. Isso pode até ser questionável, mas conhecer o Nilo num cruzeiro é uma experiência que não deixa dúvidas quanto a sua grandiosidade.

O surgimento da civilização do Antigo Egito dependeu majoritariamente das cheias do rio e um passeio de felucca, uma embarcação de velas triangulares tradicionais do Egito, pode ser um retorno às origens da civilização e uma boa pedida para fechar com chave sua viagem pelos mistérios do Egito.

 

O Egito é o destino ideal para quem quer explorar as belezas da História, conhecer de perto grandes mitos e se aprofundar mais ainda nos mistérios do faraó. Mas, para quem não tem um espírito tão aventureiro assim, algumas operadoras de viagens oferecem pacotes para lá, como a CVC e Cia Eco.

publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *