Pontos Turísticos do Uruguai

Pontos Turísticos do Uruguai
Rate this post

O Uruguai é um país pequenino na costa oeste da América do Sul, porém muito famoso pela sua política progressista – vide a liberação da maconha e pelo seu presidente Pepe Mujica que possui apenas um fusca -, pelo churrasco e pelo tango.

Nesse país moram 3 milhões e meio de habitantes – a mesma quantidade de pessoas que transitam todos os dias na linha vermelha do metrô de São Paulo – espalhados entre os destinos praianos, rurais e urbanos. A vizinha Argentina fica na outra margem do Rio de la Plata e compartilham alguns gostos em comum, principalmente pelo futebol. Aliás, eles são cartinhas carimbadas em terras uruguaianas.

publicidade

Assim como o Brasil, O Uruguai foi colonizada pelos portugueses em 1680, porém passou para as mãos dos espanhóis em 1777, na forma de um acordo.

publicidade

O Uruguai é um país democrático, conhecido pelos níveis de corrupção quase nulos em comparação com o resto da América Latina. O Uruguai oferece experiências diferentes as que os brasileiros estão acostumados: ruas seguras e limpas.

A gastronomia é também algo irrecusável, com uma mistura entre as culturas indígenas e europeias. Você irá se deliciar com o Chivito, que é uma espécie de x-tudo; Choripan, o famoso pão com linguiça; Asados, o churrasco uruguaio e argentino; Pancho, um cachorro-quente; dulce de leche; e, obviamente, o mate.

publicidade

Vale um dica: tome cuidado com as comidas vendidas na rua, muitas vezes falta um pouco de higiene.

Uruguai – Montevidéu

Para se conhecer Montevidéu, deve-se conhecer a parte velha – que aliás é uma parada obrigatória. Ali se concentram os mais importantes edifícios da capital do Uruguai, que une o passado histórico com o charme de pequenas ruas. A arquitetura do Uruguai é semelhante à da argentina, contudo mais calma. Ademais, quem gosta de contemplar os prédios e a arquitetura, podem se deliciar com a art-decó – com apogeu entre as décadas de 20 e 30.

Trajeto em Montevidéu

Comece o circuito pela Praça da Independência em direção à cidade velha, atravessando a Porta da Cidadela. Esse local é uma pequena lembrança do muro que protegia antigamente Montevidéu.

Outra parada é o Teatro Solís. Aqui vale uma visita guiada para conhecer cada detalhe do teatro mais importante da cidade. Siga até a rua Sarandí, cheia de vendedores e lojinhas, aproveite e tire uma selfie com Praça Matrizde de fundo.

Não se esqueça de conhecer o Mercado do Porto – o melhor lugar para comer carnes assadas e miúdos e tomar um vinho uruguaio. Outro lugar que serve um bom churrasco: Tabaré e o 62 Bar.

Se você é do tipo que não dispensa uma balada, Montevidéu oferece um bom repertório. Aqui você escolhe: restaurantes, cassinos – sim, aqui eles não são proibidos e casa noturnas. O Baar Fun Fun é o lugar ideal para aproveitar a noite uruguaia. Durante as quintas, sextas e sábados após o tango, há uma sessão de candombe, a salsa uruguaia.

Qual a melhor época para viajar?

Em Montevidéu, o verão é quente e úmido, enquanto o inverno é gelado. Recomenda-se viajar para o Uruguai entre janeiro e fevereiro, antes do Carnaval. De dezembro a março as médias das temperaturas são entre 30°C. Enquanto nos meses entre junho e setembro, as temperaturas oscilam entre 10 °C a 15 °C.

Colônia do Sacramento

Colônia do Sacramento é relativamente próxima à Montevidéu – para os parâmetros brasileiros, são 170 km de distância. A cidade foi fundada em 1680 pelos portugueses e tem um centro histórico que faz parte do Patrimônio da Humanidade, segundo a UNESCO. Um local para passar um tempo calmo tanto praia, como bucólico.

Procurando por hotel ou pousada, em Colônia há diversas opções: Pousada Las Terrazas e Charco Hotel, são alguns exemplos de um estabelecimento descolado e com um preço camarada. A 60 km do centro histórico, o hotel-fazenda La Vigna recebe seus hóspedes com conforto, mantendo o estilo dos verdadeiros gaúchos uruguaios.

A Estancia Tierra Santa, na cidade de Carmelo, a 70 km de Colônia, é outra excelente opção, um pouco mais luxuosa, com suítes com lareira e terraço numa antiga mansão colonial, e atividades como caça, pesca, e passeios a cavalo.

Escolher a época do frio é ter a certeza de conhecer esses locais mais vazios em comparação ao verão.

Punta del Este – Uruguai

Agora, se o que procura é agito, Punta del Este é o lugar. Destino de férias tradicional para uruguaios, argentinos e brasileiros, a cidade é conhecido pelo seu glamour e praias. Ela fica a uma hora de viagem de Montevidéu.

O famoso estabelecimento de restaurante e hóteis pertencentes à família Fasano abriu recentemente seu primeiro hotel fora do Brasil, o exclusivíssimo Las Piedras Villas & Hotel Fasano. Ele tem a intensão de levar  ainda mais luxo a esta cidade com hotéis como o mítico Conrad e seu cassino com ao clima que lembra os ares de Las Vegas da América do Sul.

A península onde se situa Punta del Este separa o Rio de la Plata do Oceano Atlântico, e um passeio diferente na região é ir até a , que conta com uma das maiores colônias de leões-marinho  do continente.

Para quem quer ter a experiência de contato com a natureza, algumas excursões saem diariamente de lancha que levam os turistas para conhecer os encantos desta ilha de 41 hectares que fica a cerca de 10 km do litoral de Punta del Este.

O fluxo turísticos acontecem no período do Natal ao Carnaval,  que Punta del Este se mostra por completo. Durante a temporada, vale a pena ficar bem mais tempo do que os dois dias necessários que os guias turísticos recomendam.

Uruguai

Uma dica: fique quatro, cinco dias ou uma semana para  aproveitar as diferentes praias, dê uma chance na ilha dos Lobos, visitar Piriápolis, leve as crianças para brincar na fazenda La Pataya e explorar a gastronômica e festejar muito.

Após as festas de Carnaval, Punta del Este só ganha alguma animaçãozinha durante a Semana Santa –  só que já está frio –  as praias não são recomendadas, pois o furor do verão já se foi. Longe da temporada, grande parte dos restaurantes – incluindo hotéis – de La Barra fecham.

Se você vai se hospedar na cidade fora de temporada, recomendam-se a Península; os restaurantes que abrem o ano inteiro estão todos por lá. E se o seu objetivo em Punta del Este é se aventurar nos cassinos, esses sim, nunca param: o cassino Conrad funciona o ano inteiro.

Confira Também: Conheça os pontos turísticos do México

 

publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *